CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
CARREGUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIDEO DO EVENTO: O PAPEL DO SETOR COOPERATIVO NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA
O Papel do Setor Cooperativo na Constituição Portuguesa em debate

No dia 28 de janeiro decorreu a conferência "O Papel do Setor Cooperativo na Constituição Portuguesa", organizada pelo ECO, com o apoio da Agrimútuo, da SRS, da Universidade Católica e da Deloitte.


O "O Papel do Setor Cooperativo na Constituição Portuguesa" foi o tema da segunda conferência do ciclo "Um membro, um voto", um conjunto de debates organizados pelo ECO, em parceria com a Agrimútuo, a SRS Advogados, a Universidade Católica Portuguesa e a Deloitte, que têm como objetivo promover a investigação, o debate e a difusão de experiências ao nível europeu da banca cooperativa, assim como otimizar as relações com os supervisores e os seus pares do sistema financeiro. Esta segunda conferência decorreu no dia 28 de janeiro, no Centro Pastoral de Torres Vedras.

Esta conferência contou com Jorge Miranda, constitucionalista, Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e da UCP, e João Costa Pinto, economista, como oradores principais, e um debate com intervenções de Paulo Câmara, da Sérvulo & Associados, Filipe Cassiano dos Santos, da Universidade de Coimbra, Hélder Sousa e Silva, vice-presidente da Associação Nacional de Munícipes Portugueses, moderado por Pedro Rebelo de Sousa, da SRS Advogados. Participaram ainda António José dos Santos, PCA CCAM de Torres Vedras, Laura Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Manuel José Guerreiro, PCE CCAM de Torres Vedras, Manuela Nina Jorge, PCA da Agrimútuo, e António Costa, publisher do ECO.

Associados
EDIFÍCIO SEDE
Largo Cândido dos Reis
19 a 25 - Leiria
conferencias@agrimutuo.pt
244 848 000
PARCEIROS
EDIFÍCIO SEDE
Largo Cândido dos Reis
19 a 25 - Leiria
geral@caixacreditoleiria.pt
244 848 000
ORGANIZAÇÃO
PARCEIROS